Notícias e Pesquisas

27 Jul 2016

Maioria dos brasileiros torce pelo sucesso da Olimpíada, apesar de não perceber benefícios para o país

Pesquisa do IBOPE Inteligência realizada a menos de um mês do início dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos revela que mais da metade dos brasileiros (59%) prefere que a organização do evento seja um sucesso do que o Brasil fique bem posicionado no quadro de medalhas. Outros 31% pensam o oposto e 10% não sabem ou não respondem.

Esse é um pensamento diferente do observado dois anos atrás, na Copa do Mundo de 2014, quando metade dos brasileiros (51%) dizia que o mais importante era que o Brasil fosse campeão.

Apesar do desejo de sucesso, o clima olímpico ainda não pegou. Para medir o interesse dos brasileiros pelos jogos, o IBOPE Inteligência também solicitou aos entrevistados que indicassem, em um termômetro, o seu grau de envolvimento com o torneio. As temperaturas mais frias (frio, muito frio ou gelado) são citadas por 48% dos brasileiros (eram 39% na Copa), sendo que 24% dizem que em seu termômetro a temperatura está gelada, o nível mais baixo de envolvimento com o evento (eram 18% em 2014, na competição futebolística). Outros 25% apontam a temperatura morna como a mais adequada para medir seu envolvimento com a competição (28% no torneio da FIFA) e 22% declaram que o seu envolvimento com o evento é quente, muito quente e fervendo (30% no campeonato mundial de futebol).

Benefício X Prejuízo
Segundo a pesquisa, para 60% dos brasileiros a realização do evento no Rio de Janeiro trará mais prejuízos do que benefícios para o país, contra 32% que acreditam em mais benefícios. Há ainda 4% que não esperam nem benefícios e nem prejuízos e outros 4% que não sabem ou não responderam a questão.

Em 2014, 43% dos brasileiros achavam que a Copa do Mundo de Futebol traria mais benefícios ao país e 40%, mais prejuízos. Essa percepção de que a Copa traria mais benefícios e os Jogos Olímpicos trarão mais prejuízos pode ser explicada pelo fato do torneio da FIFA envolver várias cidades, enquanto o evento do COI (Comitê Olímpico Internacional) é realizado majoritariamente no Rio.

Neste ano, os moradores do Sul e Sudeste são os que mais esperam prejuízos com a realização dos jogos (66% em cada região), enquanto os habitantes do Norte/Centro-Oeste são os que mais esperam benefícios.

Em relação ao Rio de Janeiro, cidade sede, os brasileiros ficam divididos quando avaliam se o evento trará mais benefícios ou prejuízos para o município. De acordo com o estudo, 47% esperam mais prejuízos e 46%, mais benefícios. Outros 3% não esperam nem benefícios e nem prejuízos.

Sobre a pesquisa
O IBOPE Inteligência realizou 2002 entrevistas com eleitores de 16 anos ou mais, em 141 municípios do país, entre os dias 14 e 18 de julho de 2016. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais.

DADOS DA PESQUISA

Nome da pesquisa

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE OLIMPÍADAS NO BRASIL

Margem de erro

2 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra

Tema

Opinião pública

Contratante

IBOPE Inteligência

Período

14/07/2016 a 18/07/2016

Local

Brasil

Amostra

2002 entrevistas em 141 municípios.

ARQUIVO(S) PARA DOWNLOAD
Pesquisa completa