Notícias e Pesquisas

26 Set 2016

Geraldo Julio segue na liderança pela disputa da prefeitura do Recife

A pedido da TV Globo e da Folha de Pernambuco, o IBOPE Inteligência realizou a terceira pesquisa sobre as intenções de voto para a prefeitura do Recife. O atual prefeito e candidato à reeleição Geraldo Julio (PSB) oscila 1 ponto percentual (p.p.) e segue à frente com 39% das intenções de voto, mantendo uma diferença de 10 pontos percentuais em relação ao segundo colocado, João Paulo (PT), que passa de 27% para 29%. Daniel Coelho (PSDB) é citado por 15% dos entrevistados (ante 13% da pesquisa passada). Em outro patamar, os demais candidatos se mantém estáveis em relação à segunda rodada: Priscila Krause (DEM) e Edilson Silva (PSOL) recebem 3% e 2%, respectivamente (-1 p.p. cada um), e Carlos Augusto (PV) mantém 1% das citações. Simone Fontana (PSTU) e Pantaleão (PCO) não atingem 1% das intenções de voto. Eleitores que declaram a intenção de votar em branco ou anular o voto para prefeito somam 8%, enquanto 3% dos eleitores declaram-se indecisos. A pesquisa foi realizada entre os dias 22 e 25 de setembro.

Se a eleição fosse hoje, a disputa pela prefeitura do Recife seria definida no segundo turno entre Geraldo Julio e João Paulo.

Destaques por segmentos
- As menções a Geraldo Julio se distribuem de forma homogênea em praticamente todos os segmentos analisados, com exceção do grupo de eleitores com escolaridade de 5ª a 8ª série, que cresce 9 p.p. e se destaca em relação aos demais grupos (47%). O atual prefeito ainda cresce entre aqueles com idade entre 35 a 44 anos (+6 p.p.) e entre os eleitores de menor renda (+4 p.p.). Por outro lado, apresenta queda nas intenções de voto entre os eleitores de 16 e 24 anos (-7 p.p.) e entre os menos escolarizados (-5 p.p.);

As intenções de voto em João Paulo passam a ser mais expressivas entre os eleitores mais velhos (36%), os menos escolarizados (45%) e os de menor renda (36%).  Além disso, apresenta crescimento entre os mais jovens (+14 p.p.) e entre aqueles que possuem ensino superior (+5 p.p.). O ex-prefeito deixa de se destacar entres os eleitores de 35 a 44 anos (-8 p.p.);

- Na comparação com a rodada anterior, Daniel Coelho decresce 5 p.p. entre os eleitores com renda familiar entre 2 e 5 salários mínimos e deixa de se destacar entre os mais jovens (alcança 16% contra 20% na rodada anterior). Observa-se, ainda, que cresce entre os eleitores de 45 a 54 anos (+8 p.p.), entre os menos escolarizados (+6 p.p.) e aqueles com renda familiar de 1 a 2 salários mínimos (+6 p.p.);

- Para os demais candidatos, de modo geral, não se percebem diferenças significativas nas intenções de voto entre os diversos segmentos analisados (sexo, idade, renda, escolaridade) entre as duas pesquisas realizadas.

DADOS DA PESQUISA

Nome da pesquisa

Pesquisa eleitoral em Recife (JOB Nº 0573-3 | 2016)

Margem de erro

a margem de erro máxima estimada é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

Tema

Administração pública

Eleições

Opinião pública

Contratante

pesquisa contratada por GLOBO COMUNICACÃO E PARTICIPACÕES S/A e EDITORA FOLHA DE PERNAMBUCO LTDA.

Período

22/09/2016 a 25/09/2016

Local

Brasil - Recife - PE

Amostra

foram entrevistados 1.001 eleitores. O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral.

Registro TRE/TSE

registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco sob o protocolo Nº PE-02941/2016.

ARQUIVO(S) PARA DOWNLOAD
Pesquisa completa