Notícias e Pesquisas

21 Nov 2013

98% dos internautas brasileiros apresentam algum nível de cansaço

?Os jovens entre 20 e 29 anos formam o grupo que sente mais cansaço: 99%.
O ritmo acelerado da rotina tem deixado a população cada vez mais sem disposição. Esse cenário foi mostrado em pesquisa realizada no painel online CONECTAí (www.conecta-i.com) encomendada pelo Grupo Sanofi.

De acordo com o estudo, 98% dos internautas brasileiros apresentam algum nível de cansaço físico ou mental e dois em cada três (63%) já acordam indispostos e cansados.

Os jovens entre 20 e 29 anos formam o grupo que sente mais cansaço: 99%. Por região, o Sudeste é onde as pessoas mais se mostram cansadas (65% dos entrevistados), seguido pelo Centro-Oeste e pelo Norte, com 62% cada.

Causas
O estresse e a correria do cotidiano ficaram no topo das principais causas de fadiga. Em seguida estão falta de condicionamento físico, problemas pessoais, alimentação desequilibrada, acomodação e preguiça sem motivo, problemas no trabalho e de saúde.

Em relação ao tipo de fadiga que os internautas sentem, 54% declaram ser mental e física, 26% apenas mental e 20% somente física. As pessoas que tendem a não fazer nada quando chegam em casa em vez de fazer algo que exija  energia física e mental somam 40%. Mesmo quando o assunto é diversão apenas 17% dizem ter um nível alto de disposição. Esse número sobe um pouco quando se trata de trabalhar e estudar: 19% dos internautas dizem ter bom ânimo para esses afazeres.

Outro destaque está relacionado à prática de atividades físicas, já que 74% das pessoas não fazem exercícios regularmente. Apenas 26% praticam atividades físicas, com média de 3 horas por semana.

Há quem evite se deslocar por cansaço: 44% dos entrevistados dizem que às vezes deixam de se locomover por falta de disposição, mesmo percentual dos que às vezes deixam de cumprir alguma obrigação por cansaço.

Ao avaliar o quanto isso afeta o humor, 42% dizem ser às vezes e 30% sempre ou frequentemente. O mesmo acontece na vida sexual: 31% consideram que o cansaço às vezes afeta a vida sexual e outros 18% declaram acontecer sempre ou frequentemente.

Tarde e noite são os períodos de maior cansaço. Enquanto 36% dos internautas citam a tarde como o momento do dia em que sentem o maior cansaço, outros 34% dizem ser o período da noite.

A qualidade de vida também foi avaliada: 43% consideram a própria qualidade de vida ótima ou boa, 46% consideram-na regular e 11% ruim ou péssima.
Por fim, os 2% que se dizem dispostos destacaram o bom sono, o equilíbrio entre a vida pessoal e a profissional e a alimentação equilibrada como as três principais causas de seu vigor.

Essas informações foram coletadas junto a 1.499 internautas integrantes do painel CONECTAí, em todo pais, em outubro de 2013.