Notícias e Pesquisas

08 Set 2020

1 em cada 4 brasileiros pode não se vacinar contra a COVID-19

De acordo com uma pesquisa do IBOPE Inteligência, realizada a pedido da Avaaz.com, cerca de 41 milhões de pessoas no Brasil (ou 25%) podem não se vacinar contra a COVID-19 -- 20% dizem que talvez não se vacinem e 5% dizem que “não vão tomar a vacina de jeito nenhum”. Dentre os que não tem certeza ou dizem que não vão tomar a vacina contra a COVID-19, cerca de 34% declara pelo menos um motivo relacionado à desinformação. Trata-se de 14 milhões de pessoas.

Os números mostram que a desinformação poderia prejudicar os gigantescos esforços de governos e cientistas para combater o vírus. Os entrevistados também apontam a(s) razão(ões) que melhor explica(m) porque não tomariam a vacina, revelando que:

  • 7,8 milhões de brasileiros podem não se vacinar por acreditar que a vacina da COVID-19 contém chips implantados para controle populacional;
  • 8,2 milhões podem não se vacinar por acreditar que Bill Gates teria dito que a vacina pode matar cerca de 700 mil pessoas;
  • 5,7 milhões de pessoas podem não se vacinar por acreditar que a vacina poderia alterar o DNA; 
  • 4,9 milhões podem não se vacinar por acreditar que as vacinas são produzidas a partir de células de fetos abortados


A mesma pesquisa mostra que as redes sociais são a segunda fonte de informação mais relevante sobre a vacina contra a COVID-19 para os brasileiros (39%), após a televisão (72%).


As descobertas da pesquisa do IBOPE Inteligência parecem complementar um estudo recente da USP que descobriu uma tendência de aumento de 383% na produção de conteúdo com fake news sobre a vacina contra a COVID-19 nos dois maiores grupos antivacina do Brasil nos últimos 3 meses.

DADOS DA PESQUISA

Nome da pesquisa

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE FAKE NEWS

Margem de erro

3 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra

Tema

Opinião pública

Saúde

Contratante

Avaaz.com

Período

27/08/2020 a 29/08/2020

Local

Brasil

Amostra

Foram 1000 entrevistas com a população brasileira de 16 anos ou mais, residentes em domicílio com posse de telefone fixo ou celular.

ARQUIVO(S) PARA DOWNLOAD
Pesquisa completa