Notícias e Pesquisas

01 Abr 2016

Pessimismo do consumidor aumenta em março

Com a queda, o INEC passa a registrar 97,6 pontos e totaliza um ano oscilando entre 96 e 99 pontos.
O índice Nacional de Expectativa do Consumidor (INEC), medido pelo IBOPE Inteligência para a Confederação Nacional da Indústria (CNI), mostra queda de 1,1% na passagem de fevereiro para março. Com isso, volta a registrar aumento do pessimismo do consumidor após dois meses. Com a queda, o INEC passa a registrar 97,6 pontos e totaliza um ano oscilando entre 96 e 99 pontos. O INEC de março encontra-se 11% abaixo da média histórica do índice.
A queda do índice deve-se, principalmente, pela maior preocupação do consumidor com o emprego. O índice de expectativa de desemprego mostra recuo de 6,1% no mês; o que praticamente reverte o aumento do mês anterior. O índice de expectativa com relação a própria renda também mostra maior pessimismo: queda de 2,8% na comparação mensal. Já o índice de situação financeira registra recuo de 2,9%, o que denota que o consumidor percebe piora de sua situação financeira. De positivo, destaca-se o índice de endividamento, com crescimento de 2,2%.

DADOS DA PESQUISA

Nome da pesquisa

Índice Nacional de Expectativa do Consumidor - INEC março 2016

Margem de erro

2 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

Tema

Administração pública

CNI

Opinião pública

Contratante

Confederação Nacional da Indústria - CNI

Período

17/03/2016 a 20/03/2016

Local

Brasil

Amostra

2002 entrevistas em 142 municípios.

ARQUIVO(S) PARA DOWNLOAD
Download INEC Março 2016
Download do relatório