Notícias e Pesquisas

17 Set 2018

No Distrito Federal, disputa permanece estável, com Eliana Pedrosa na liderança e segundo colocado indefinido

Governador

Senador

Presidente


A mais nova pesquisa sobre as intenções de voto realizada pelo IBOPE Inteligência a pedido da Rede Globo, no Distrito Federal, mostra que praticamente todos os candidatos oscilam dentro da margem de erro da pesquisa, que é de 3 pontos percentuais (p.p.) em comparação com o levantamento anterior. Eliana Pedrosa (PROS) varia de 23% para 22% das menções, mantendo a liderança pelo governo. Em outro patamar, quatro candidatos permanecem empatados na segunda posição: Alberto Fraga (DEM) registra 14% das intenções de voto (tinha 13%), Rodrigo Rollemberg (PSB) vai de 12% para 11%, Rogério Rosso (PSD) mantém-se com 10% das citações, enquanto Ibaneis (MDB) varia de 7% para 9%. General Paulo Chagas (PRP) que era mencionado por 3%, agora é por 5%. Os demais pleiteantes ao cargo têm até 3% das citações, cada: Miragaya do PT, Fátima Sousa (PSOL), Alexandre Guerra (NOVO), Renan Rosa (PCO) e Guillen (PSTU). Aqueles que têm intenção de votar em branco ou nulo representam 13% da amostra neste estudo (eram 15% no passado), enquanto os que não sabem ou não respondem permanecem totalizando 8%. Nesta pergunta, um disco com o nome dos candidatos é apresentado ao entrevistado.

Destaques por segmentos
A intenção de voto em Eliana Pedrosa permanece mais expressiva entre os eleitores mais jovens, onde continua com 28%, e entre os que têm renda familiar de mais de 1 a 2 salários mínimos (S.M.), apesar de apresentar recuo de 5 p.p. neste segmento (tinha 31% e agora é mencionada por 26%). Neste levantamento, passa a se destacar entre eleitores que têm renda familiar mensal de mais de 2 a 5 S.M. (27%), entre aqueles com Ensino Médio (26%), entre os Evangélicos (26%) e entre as mulheres em comparação aos homens (são 25% entre elas e 18% entre eles). A candidata cai 7 p.p. entre os que possuem da 5ª a 8ª série do fundamental, indo de 29% para 22%, e aparece tecnicamente empatada com Alberto Fraga neste segmento (17%).

- O democrata permanece sendo o mais citado entre os mais velhos, onde oscila de 17% para 20% e passa a se destacar entre os de maior renda familiar, segmento onde ultrapassa Eliana e registra 18% das intenções de voto (tinha 16% na pesquisa passada). Já entre os menos instruídos recua 5 p.p (indo de 18% para 13%). Além disso, atinge 15% das citações entre os que possuem renda familiar de mais 1 a 2 SM e entre os que têm outra religião, que não a católica ou a evangélica, representando um crescimento de 6p.p e 5p.p. respectivamente.

- Já o atual governador, oscila 1p.p. e é mais citado entre os que possuem renda familiar mensal superior a 5 S.M., registrando 15% das intenções de voto, mantendo-se estável nos demais segmentos. 

- Rogério Rosso mantém-se em crescimento entre eleitores de 45 a 54 anos, indo de 11% para 14% nesta rodada. Em contrapartida, apresenta queda além da margem de erro da pesquisa entre os que têm de 35 a 44 anos, passando de 13% para 9%. 

- Apesar de Ibaneis ter oscilado na margem de erro da pesquisa, o emedebista cresce consideravelmente em alguns segmentos: são 8 p.p. entre os de menor renda familiar (vai de 4% para 12%), 7 p.p. entre os que têm outra religião, que não a católica ou a evangélica (avança de 5% para 12%), 5 p.p. entre os que têm de 25 a 34 anos – onde suas intenções de voto são mais evidentes - indo de 8% para 13%, 4p.p. entre as mulheres, onde registra 9% (tinha 5%) e obtém estes mesmo números entre os menos escolarizados.

- Os demais candidatos são citados de forma homogênea nos segmentos analisados.

Senado
Somando-se as duas menções, na disputa pelas duas vagas ao Senado pelo Distrito Federal, observa-se que o quadro permanece inalterado. Leila do Vôlei, do PSB, continua como a mais citada, oscilando de 24% para 25% das menções. Na sequência aparecem Cristovam Buarque (PPS) que vai de 21% para 20%, Izalci (PSDB) que varia de 20% para 19%. Chico Leite, da REDE, passa de 12% para 11%, Wasny, do PT, mantém-se com 11% das intenções de voto, enquanto Fadi Faraj (PRP) passa de 6% para 7% das menções. Os demais candidatos registram até 4% das menções, também oscilando dentro da margem de erro em comparação à pesquisa anterior. Os eleitores indecisos totalizam agora 41% (eram 40%), ao passo que os que pretendem votar em branco ou nulo somam 39%, dos quais 16% da primeira vaga e 23% da segunda (eram 18% da primeira vaga e 25% da segunda vaga na semana passada).

Nessa pergunta, um disco com o nome dos candidatos era apresentado aos entrevistados e, considerando que nesta eleição existem duas vagas para o senado, a soma dos percentuais atinge 200%, uma vez que as pessoas têm a possibilidade de escolher dois nomes.


Presidente
Questionados sobre a intenção de voto para Presidente da República, os brasilienses apontam que Jair Bolsonaro (PSL) mantém a liderança entre os brasilienses, oscilando de 37% para 39% das menções. Em outro patamar, três candidatos permanecem empatados: Ciro Gomes (PDT) que tinha 13%, agora tem 12% das menções, enquanto Fernando Haddad (PT) cresce de 7% para 11%, Marina Silva (REDE) passa de 10% para 9%. Geraldo Alckmin (PSDB) que era citado por 6%, agora é apontado por 4% do eleitorado do Distrito Federal. Neste levantamento, os demais candidatos (Henrique Meirelles, do MDB, João Amoêdo, do NOVO, Alvaro Dias, do PODE, Cabo Daciolo, do PATRI, Vera, do PSTU, Guilherme Boulos, do PSOL, Eymael, do DC e João Goulart Filho, do PPL) registram até 2% com oscilação dentro da margem de erro em relação à pesquisa anterior. Eleitores que intentam votar em branco ou anular seu voto passam de 10% para 9% e os indecisos vão de 7% para 8%. Nesta pergunta um disco com o nome dos candidatos é apresentado ao entrevistado.

* O objetivo de uma pesquisa eleitoral não é antecipar os resultados da eleição, mas sim o de mostrar o cenário no momento em que foi realizada. A pesquisa é uma fotografia do momento e não tem o poder e nem a intenção de prever o resultado de uma eleição. Por isso, seus resultados não podem ser usados para prever o resultado das urnas

DADOS DA PESQUISA

Nome da pesquisa

Intenção de voto no Distrito Federal

Margem de erro

a margem de erro estimada é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

Tema

Administração pública

Eleições

Opinião pública

Contratante

pesquisa contratada por GLOBO COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÕES S.A.

Período

14/09/2018 a 16/09/2018

Local

Brasil - DF

Amostra

foram entrevistados 1204 votantes. O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral.

Registro TRE/TSE

registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal sob o protocolo Nº DF-07395/2018 e no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo Nº BR-05259/2018.

ARQUIVO(S) PARA DOWNLOAD
Pesquisa completa