Notícias e Pesquisas

20 Ago 2018

Lula fica à frente na disputa pela Presidência da República. No cenário com Haddad como opção do PT, Bolsonaro aparece na liderança

Na primeira pesquisa realizada pelo IBOPE Inteligência a pedido da TV Globo e do Jornal O Estado de São Paulo sobre a sucessão presidencial registrada antes do prazo final para a oficialização das candidaturas e realizada entre os dias 17 e 19 de agosto foram realizadas 2.002 entrevistas e dois cenários foram testados. No primeiro cenário, em que Lula aparece como candidato do PT, o ex-presidente lidera com 37% das intenções de voto, à frente 19 pontos percentuais (p.p.) de Jair Bolsonaro, do PSL, que tem 18% das menções. A candidata Marina Silva (REDE) aparece com 6%, Geraldo Alckmin (PSDB) e o pedetista Ciro Gomes têm, cada um, 5%; Alvaro Dias (PODE) é citado por 3%; João Amoêdo, do NOVO, o emedebista Henrique Meirelles, Guilherme Boulos (PSOL) e Eymael (DC) têm 1%, cada e Cabo Daciolo (PATRI), Vera, do PSTU e João Goulart Filho (PPL) foram citados, mas não alcançam 1%. Brancos e nulos somam 16% e eleitores brasileiros que não sabem ou não respondem, 6%.

No segundo cenário, em que Fernando Haddad aparece como opção do PT para concorrer à Presidência da República, Jair Bolsonaro figura na liderança com 20% das intenções de voto, seguido por Marina Silva, que tem 12%. Considerando a margem de erro de 2 p.p., a candidata aparece empatada tecnicamente, com Ciro Gomes, que tem 9%. Em patamar similar ao do candidato do PDT estão Geraldo Alckmin, que tem 7%, Fernando Haddad, mencionado por 4% dos eleitores e Alvaro Dias, que tem 3%. Os demais candidatos (Cabo Daciolo, Guilherme Boulos, Henrique Meirelles, João Amoêdo, Vera, João Goulart Filho e Eymael) atingem até 1% das citações, cada um. Os que declaram votar em branco ou nulo somam 29% e aqueles que não sabem ou optam por não responder totalizam 9%.

Para cada uma das simulações, discos com os nomes dos candidatos são apresentados aos entrevistados.

Destaques por segmentos

CENÁRIO COM LULA

- As intenções de voto no ex-presidente Lula são mais expressivas entre aqueles que residem no Nordeste (60%); entre os mais jovens (45%) e entre os que se autodeclaram como pretos ou pardos (44%). Nota-se também que as intenções de voto em Lula são maiores quanto menor a renda familiar mensal (varia de 17% entre quem tem renda familiar mensal acima de 5 salários mínimos para 53% entre quem tem renda familiar até 1 S.M.) e também quanto menor a escolaridade (Varia de 51% entre os que têm escolaridade fundamental a 23% entre aqueles com ensino superior).

- Jair Bolsonaro, por sua vez, tem maiores intenções de voto entre os moradores das regiões Norte/Centro-Oeste (29%); entre os homens (25%); entre os evangélicos (23%); entre quem se autodeclara branco (22%). Percebe-se que suas intenções de voto crescem quanto maior a escolaridade (8% entre os menos escolarizados até 23% entre os mais escolarizados) e também quanto maior a renda familiar mensal do entrevistado (indo de 10% entre quem tem renda até 1 S.M. a 30% entre que tem renda acima de 5 S.M.)

- No caso de Geraldo Alckmin, quanto maior a renda familiar mensal do respondente, maiores as intenções de voto no peessedebista (3% entre quem tem renda familiar mensal de até 1 S.M. até 9% entre quem possui renda familiar mensal acima de 5 S.M.).

- Os demais candidatos apresentam intenções de voto distribuídas de maneira homogênea nos segmentos analisados.

CENÁRIO COM HADDAD
Neste cenário, Jair Bolsonaro se destaca entre quem reside no Norte/Centro-Oeste (30%); entre os homens (28%); entre evangélicos (26%); entre quem tem de 25 a 34 anos (25%) e entre aqueles que tem escolaridade média e superior (24% em ambos os segmentos). Ainda, é possível observar que as menções ao candidato são maiores quanto maior é a renda familiar mensal do respondente (12% nos quem têm renda familiar mensal até 1 S.M. e 32% entre quem tem renda familiar mensal acima de 5 S.M.).

- Marina Silva é mais citada pelos mais jovens (18%); por aqueles que têm de 25 a 34 anos; entre quem tem ensino fundamental completo e entre os mais pobres (16% em cada um dos três segmentos).

- O candidato Ciro Gomes se destaca entre os nordestinos (14%).

- Geraldo Alckmin, por sua vez, é bastante mencionado pelos mais ricos, segmento no qual alcança 11%.

- Os demais candidatos apresentam intenções de voto distribuídas de maneira homogênea nos segmentos analisados.

 

DADOS DA PESQUISA

Nome da pesquisa

Intenção de voto para presidente

Margem de erro

a margem de erro estimada é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

Tema

Administração pública

Eleições

Opinião pública

Contratante

pesquisa contratada por GLOBO COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÕES S/A e S/A O ESTADO DE SÃO PAULO.

Período

17/08/2018 a 19/08/2018

Local

Brasil

Amostra

foram entrevistados 2.002 votantes. O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral.

Registro TRE/TSE

registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo Nº BR-01665/2018

ARQUIVO(S) PARA DOWNLOAD
Pesquisa completa