Notícias e Pesquisas

14 Set 2016

João Leite permanece à frente e Kalil se isola em segundo lugar na disputa pela prefeitura de Belo Horizonte

A segunda pesquisa feita pelo IBOPE Inteligência/TV Globo sobre a eleição municipal de Belo Horizonte mostra o peessedebista João Leite na liderança na disputa, com 33% das intenções de voto, registrando um crescimento de 12 pontos percentuais (p.p.) em relação à rodada anterior. Kalil (PHS) assume a segunda colocação com 22% das intenções de voto (ante 11% na primeira rodada). Em outro patamar, os demais candidatos seguem estáveis em comparação com a rodada de agosto: Luis Tibe (PTdoB) tem 5% das menções, Eros Biondini (PROS) e Délio Malheiros (PSD) têm 4% de citações, cada um. Já Reginaldo Lopes (PT) e Rodrigo Pacheco (PMDB) aparecem com 3% das intenções de voto cada, e Marcelo Álvaro Antônio (PR) com 2% das menções. Vanessa Portugal (PSTU), Maria da Consolação (PSOL) e Sargento Rodrigues (PDT) são citados por 1% dos entrevistados, cada um. São 14% aqueles que declaram intenção de votar em branco ou anular o voto (eram 20%) e 7% preferem não opinar a respeito, contra 16% na pesquisa passada. A pesquisa foi realizada entre 11 e 13 de setembro.

Se a eleição fosse hoje, a disputa pela prefeitura de Belo Horizonte seria definida no segundo turno entre João Leite e Kalil.

Destaques por segmentos
- As menções a João Leite passam a se destacar entre os eleitos com idade entre 35 a 44 anos (aumento de 19 p.p.), e aqueles com menor grau de escolaridade (aumento de 15 p.p.);

Kalil mantém destaque entre os eleitores do sexo masculino (com crescimento de 14 p.p.), e passa a ter uma maior proporção de intenções de voto entre os eleitores de menor renda (crescimento de 20 p.p.);

Para os demais candidatos, de modo geral, não se percebem diferenças significativas nas intenções de voto entre os diversos segmentos analisados (sexo, idade, renda, escolaridade) entre as duas pesquisas realizadas.

DADOS DA PESQUISA

Nome da pesquisa

Pesquisa eleitoral em Belo Horizonte (JOB Nº 0572-2 | 2016)

Margem de erro

a margem de erro máxima estimada é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

Tema

Administração pública

Eleições

Opinião pública

Contratante

pesquisa contratada por GLOBO COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÕES S/A

Período

10/09/2016 a 13/09/2016

Local

Brasil - Belo Horizonte - MG

Amostra

foram entrevistados 1.001 eleitores. O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral.

Registro TRE/TSE

registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais sob o protocolo Nº MG-07366/2016.

ARQUIVO(S) PARA DOWNLOAD
Pesquisa completa